Plantando com tecnologia, colhendo bons resultados

Trabalhar na IMASA é surpreendente!


"Conheça quem faz a IMASA todos os dias"

Publicado em 2 de março de 2020 - 14:30 horas - Somos Todos Imasa

Como meio de nos aproximarmos ainda mais de quem faz a IMASA, iniciamos uma série de entrevistas com pessoas de diferentes setores, que serão trazidas em forma de depoimento, para mostrar diversos lados da empresa. 


Funcionária desde 2014, Luciana trabalha como operadora do robô de solda no chão da fábrica. Um desafio diário que ela encara com muita alegria. 


Trabalhar na IMASA é surpreendente!

Luciana - Robô de Solda

Trabalhar na Imasa é surpreendente. Quando eu entrei aqui há 6 anos atrás, nunca houve um grupo de mulheres trabalhando no chão da fábrica, então eu pensava que não ia me adaptar, porque é um ramo diferente. Iniciei na área de limpeza de peças e faz uns 3 anos que comecei a operar o robô de solda.

A mudança ocorreu porque tive uma lesão no braço, pois a limpeza de peças é feita com martelo e talhadeira e, a repetição do movimento, acabou gerando essa lesão. Então os chefes me transferiram para essa nova função, que seria melhor, pois eu não faria todo dia o mesmo movimento.

Me adaptei bem no novo cargo. Tive um colega que trabalhava comigo e me ensinou todo o processo. Lembro que lá no início, quando comecei a operar o robô, ele me testava bastante, principalmente com os botões de emergência que eu não sabia como funcionavam. Então ele me explicava algo e depois apertava esses botões para ver se eu estava prestando atenção. Depois ele me explicou que se a luz estivesse vermelha, era porque a emergência estava acionada e eu peguei o jeito.

Apesar de ser uma função exercida, na maioria das vezes, por homens, eu não vejo preconceitos aqui. O pessoal me elogia, eles acham bem interessante e as críticas são sempre construtivas, elas me incentivam a continuar. Quando eu comecei, a gente era em sete mulheres, depois algumas foram saindo. Mas acredito que há mercado para quem quer trabalhar com isso, pois nós somos mais detalhistas e cuidadosas.

A Imasa já chegou a ter mulheres em todos os setores do chão da fábrica, na montagem, no almoxarifado e no estoque da solda. As pessoas acham legal que as mulheres estão avançando em uma área que antes não havia espaço. Uma mulher no chão de fábrica, lidando com soldas ou coisa assim, não existia.

Acho que a Imasa está evoluindo bem, está indo para frente. Para mim é bem gratificante e eu me sinto bem orgulhosa de estar fazendo parte dessa empresa.

Últimas Notícias

Trabalhar na IMASA é surpreendente!

Conheça quem faz a IMASA todos os dias


Adoro o que eu faço!

Conheça quem faz a IMASA todos os dias